Ritmos e correspondências: a representação visual da música nos filmes de Rose Lowder

  • Nina Cruz
  • Luíza Beatriz Alvim
Palavras-chave: cinema experimental, música, flicker

Resumo

Neste artigo, exploramos as relações entre o cinema experimental, especialmente o chamado cinema de flicker, e a música. Fazemos um breve histórico de diversas experiências que buscam criar uma representação visual da música até chegarmos ao cinema de vanguarda e ao cinema experimental. Então, analisamos mais detidamente o trabalho de Rose Lowder, cineasta que desde a década de 70 produz filmes em 16mm e usa a técnica do flicker. Seu trabalho, que também inclui notações gráficas para as filmagens, pode ser associado ao fenômeno musical em diversos aspectos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
11-07-2018
Como Citar
Cruz, N., & Alvim, L. (2018). Ritmos e correspondências: a representação visual da música nos filmes de Rose Lowder. E-Compós. https://doi.org/10.30962/ec.1461
Seção
Ahead of Print