[1]
G. Borges, “Programação infanto-juvenil de qualidade: o caso da RTP2 de Portugal”, EC, vol. 8, jun. 2007.