[1]
M. C. F. Ferraz, “Do imperativo da avaliação: espelhos negros da contemporaneidade”, EC, vol. 22, nº 1, ago. 2018.