[1]
C. M. A. Scroferneker, “As organizações na Internet: um estudo comparativo”, EC, vol. 4, jun. 2005.