(Con)vivendo com a comida: MasterChef e a produção de afeto midiático

  • Carlos Eduardo Marquioni
  • Fernando Andacht
Palavras-chave: Estrutura de sentimento, Afeto midiático, MasterChef

Resumo

O artigo procura explicar o fenômeno midiático televisual global MasterChef articulando três aspectos macrossociais que possibilitam abordar analiticamente tanto o contexto cultural do momento quando o programa é veiculado (via noção de “estrutura de sentimento”) quanto alternativas de geração de sentido (através do conceito de “qualidade de sentimento”). Defende-se que o ambiente simulado da cozinha apresentado na franquia justifica o uso da noção de “cuidado” relativo tanto à manutenção da vida quanto da apresentação de si, promovendo a produção do efeito de afeto midiático. Exemplos de episódios das edições brasileira, argentina e estadunidense da franquia ilustram o efeito.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
29-08-2018
Como Citar
Marquioni, C., & Andacht, F. (2018). (Con)vivendo com a comida: MasterChef e a produção de afeto midiático. E-Compós. https://doi.org/10.30962/ec.1415
Seção
Ahead of Print