A politização das conversas cotidianas e suas relações com processos deliberativos

  • Angela Cristina Salgueiro Marques
  • Luís Mauro Sá Martino
Palavras-chave: Democracia. Deliberação. Identidade. Política. Comunicação.

Resumo

A tradição deliberativa nos estudos de Comunicação e Política destaca frequentemente a ação da conversação cívica como uma das bases da democracia. No entanto, menos atenção é dada às conversas triviais, descartadas do ponto de sua possível contribuição política à reflexão acerca de problemas coletivos. Este texto, a partir de pesquisa bibliográfica, busca resgatar os sentidos políticos do trivial destacando as possibilidades de politização das falas cotidianas. O argumento se desenvolve em três momentos: (1) diferenciando a deliberação da conversação, (2) destacando os aspectos políticos desta última, (3) com especial menção à produção de narrativas de si nesse processo. A partir disso, avançase a hipótese de que as conversações cotidianas, longe de qualquer trivialidade, se apresentam como processos fundamentais para a formação de uma opinião pública política.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
18-05-2017
Como Citar
Marques, A. C. S., & Martino, L. M. S. (2017). A politização das conversas cotidianas e suas relações com processos deliberativos. E-Compós, 20(1). https://doi.org/10.30962/ec.1324
Seção
Política