Reconhecimento tenso, acontecimento inaugural: na direção de outra comunicação

  • Jose Luiz Aidar Prado
Palavras-chave: teoria do acontecimento, afeto, política.

Resumo

A partir de uma teoria do acontecimento buscamos pensar a comunicação como circulação de marcas num campo tensivo, afetivamente investido, em que os sujeitos emergem ao serem fiéis ao processo de verdade instaurado com o acontecimento. A tensividade é pensada com Zilberberg, a teoria do acontecimento com Badiou, a formação do sujeito – submetido ao poder, mas capaz de agência –, com Butler e Safatle, que por sua vez propõe o desamparo como afeto fundamental. A comunicação se coloca, portanto, a partir da teoria do acontecimento, com cunho político, capaz de tematizar a transformação do circuito dos afetos e, portanto, a emergência de novas sociabilidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
18-05-2017
Como Citar
Aidar Prado, J. L. (2017). Reconhecimento tenso, acontecimento inaugural: na direção de outra comunicação. E-Compós, 20(1). https://doi.org/10.30962/ec.1345
Seção
Epistemologia