Uma praia, uma pausa ou Da descrição no cinema de Abbas Kiarostami

  • Lennon Macedo Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil https://orcid.org/0000-0002-3686-0550
  • Alexandre Rocha da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
Palavras-chave: descrição cinematográfica, narração, semiótica do cinema

Resumo

O artigo versa sobre quatro filmes de Abbas Kiarostami no que compete à relação entre descrição e narração cinematográfica. Com o aporte da semiologia de Christian Metz e a crítica pós-estruturalista de Gilles Deleuze, identificamos algumas dinâmicas de significação que correm entre os procedimentos descritivos e narrativos. Pelo lado da semiologia, há uma profunda relação entre a pesquisa do cinema e a pesquisa da narrativa, relegando à descrição um papel menor. Pelo lado da taxonomia deleuzeana, narração e descrição coexistem de acordo com o funcionamento de cada regime de imagem. Em nossos esboços analíticos, o cinema de Kiarostami produz variações no interior de ambos os feixes teóricos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lennon Macedo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Bacharel em Jornalismo pela mesma instituição. Bolsista Capes.

Alexandre Rocha da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.

Doutor pelo programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, com doutorado-sanduíche em Sémiotique – Centre d Étude de La Vie Politique Française. Pós doutorado na Universite de Paris III (Sorbonne- Nouvelle). Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPq. Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e do Departamento de Comunicação da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Referências

BAD ma ra khahad bord (O vento nos levará). Direção: Abbas Kiarostami. Produção: MK2 Productions. Irã-França, 1999, 118min.
BERNARDET, Jean-Claude. Caminhos de Kiarostami. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
DELEUZE, Gilles. A imagem-movimento. São Paulo: Brasiliense, 1985.
______. A imagem-tempo. São Paulo: Brasiliense, 1990.
FIVE (Cinco). Direção: Abbas Kiarostami. Produção: Behnegar, MK2 Productions, NHK. Irã-França-Japão, 2003, 74min.
GAUDREAULT, Andre; JOST, François. A narrativa cinematográfica. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, 2009.
ISHAGHPOUR, Youssef. O real, cara e coroa. In: KIAROSTAMI, Abbas. Abbas Kiarostami. São Paulo: Cosac Naify, 2004, pp. 83-156.
METZ, Christian. A significação no cinema. São Paulo: Perspectiva, 2014.
______. Além da Analogia, a Imagem. In: METZ, Christian et al. A análise das imagens. Petrópolis: Vozes, 1974, pp. 7-18.
______. Linguagem e cinema. São Paulo: Perspectiva, 1980.
NEMA-YE Nazdik (Close-up). Direção: Abbas Kiarostami. Produção: Kanun. Irã, 1990, 98min.
SHIRIN. Direção: Abbas Kiarostami. Produção: Abbas Kiarostami Productions. Irã, 2008, 92min.
Publicado
08-04-2020
Como Citar
Macedo, L., & Silva, A. R. da. (2020). Uma praia, uma pausa ou Da descrição no cinema de Abbas Kiarostami. E-Compós, 23. https://doi.org/10.30962/ec.1823
Seção
Artigos Originais