A sociabilidade em ondas sonoras: as audiências e o rádio dos anos 50 e 60 em fortaleza

  • Roberta Manuela Barros de Andrade
  • Erotilde Honório Silva
Palavras-chave: Rádio, Sociabilidades, Audiências

Resumo

O presente estudo reflete sobre os significados das sociabilidades mediadas pelo rádio a partir de duas perspectivas distintas: a dos produtores do rádio nos anos cinqüenta e sessenta do século XX e a de seus ouvintes no mesmo período, na cidade de Fortaleza, localizada na região Nordeste do Brasil. Este recorte temporal se apresenta como extremamente rico no que diz respeito às sociabilidades mediadas pelo rádio devido às radicais mudanças decorridas de um período histórico a outro, marcadas pela eclosão do regime de exceção no País. Selecionamos para tal, vinte produtores e receptores daquelas décadas, hoje entre 60 e 80 anos de idade. A pergunta-chave que move este estudo é, pois, como o rádio pôde funcionar como meio construtor de novas sociabilidades para estes sujeitos históricos situados em topografias sociais distintas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
de Andrade, R. M. B., & Silva, E. H. (2007). A sociabilidade em ondas sonoras: as audiências e o rádio dos anos 50 e 60 em fortaleza. E-Compós, 10. https://doi.org/10.30962/ec.198
Seção
Artigos Originais