Engano, desconfiança e dramatização

contradições entre recomendações e práticas em campanha contra a desinformação

Palavras-chave: Notícias falsas, Educomunicação, Jornalismo

Resumo

Para combater a disseminação de notícias falsas, veículos de comunicação passam a adotar parte dos pressupostos do letramento midiático em campanhas didáticas no incentivo ao consumo de fontes de informação mais criteriosas. Este estudo analisa a campanha “Fake news: não faça parte dessa mentira”, promovida pela Rede Globo em 2019. O artigo avalia como as ferramentas próprias da tradição crítica (presente nas práticas de educomunicação) são apropriadas e de que forma o conteúdo das recomendações apresentadas na campanha didática da Globo ecoam ou entram em conflito com o formato adotado pela emissora para educar seu público e, indiretamente, destacar-se como fonte de informação legitimada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivan Paganotti, Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, São Paulo, Brasil

Doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP), com estágio doutoral na Universidade do Minho (Braga/Portugal, Capes). Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Metodista de São Paulo (PósCom/Umesp), São Bernardo do Campo, São Paulo, Brasil.

Referências

ALLCOTT, Hunt; GENTZKOW, Matthew. Social Media and Fake News in the 2016 Election. Journal of Economic Perspectives, Nashville, vol. 31, n. 2, p. 211-36, abr-jun, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1257/jep.31.2.211. Acesso em: 21 abr. 2020.

BACCEGA, Maria Aparecida. Comunicação/educação e a construção de nova variável histórica. Comunicação & Educação, São Paulo, v. 14, n. 3, set.-dez. 2009, p. 19-28. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/43579/47201. Acesso em 21 abr. 2020.

BUCCI, Eugênio. Existe democracia sem verdade factual? Cultura política, imprensa e bibliotecas públicas em tempos de fake news. Barueri (SP): Estação das Letras e Cores, 2019.

BUCKINGHAM, David. Media education: literacy, learning and contemporary culture. Cambridge: Polity, 2003.

CAPLAN, Robyn. How do you deal with a problem like “fake news”? Data & Society: Points, New York, 5 jan. 2017. Disponível em: https://points.datasociety.net/how-do-you-deal-with-a-problem-like-fake-news-80f9987988a9. Acesso em: 21 abr. 2020.

CAPRINO, Mônica Pegurer; MARTÍNEZ-CERDÁ, Juan-Francisco. Alfabetización mediática en Brasil: experiencias y modelos en educación no formal. Comunicar, Huelva, v. 24, n. 49, out-dez, 2016, p. 39-48. Disponível em: https://doi.org/10.3916/C49-2016-04. Acesso em: 21 abr. 2020.

CARPANEZ, Juliana. Veja o passo a passo da notícia falsa que acabou em tragédia em Guarujá. Folha de S. Paulo, São Paulo, 27 set. 2018. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/09/veja-o-passo-a-passo-da-noticia-falsa-que-acabou-em-tragedia-em-guaruja.shtml. Acesso em: 21 abr. 2020.

CHARAUDEAU, Patrick. A conquista da opinião pública: como o discurso manipula as escolhas políticas. São Paulo: Contexto, 2016.

CITELLI, Adilson. Comunicação e educação: a linguagem em movimento. São Paulo: Senac, 2004.

CITELLI, Adilson. Palavras, meios de comunicação e educação. São Paulo: Cortez, 2006.

CITELLI, Adilson. Comunicação e educação: convergências educomunicativas. Comunicação, Mídia e Consumo, São Paulo, vol. 7, n. 19, p. 67-85, jul. 2010. Disponível em: http://revistacmc.espm.br/index.php/revistacmc/article/view/195. Acesso em: 21 abr. 2020.

CITELLI, Adilson. Comunicação e educação: implicações contemporâneas. In: CITELLI, Adilson; COSTA, Maria Cristina (orgs.) Educomunicação: construindo uma nova área do conhecimento. São Paulo: Paulinas, 2011, p. 59-76.

COSTA, Maria Cristina Castilho; ROMANINI, Anderson Vinicius. A educomunicação na batalha contra as fake news. Comunicação & Educação, São Paulo, v. 24, n. 2, p. 66-77, jul.-dez. 2019. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/165125. Acesso em: 21 abr. 2020.

FAIRCLOUGH, Norman. Language and Power. London; Longman, 1992.

FAIRCLOUGH, Norman. Analysing discourse: textual analysis for social research. New York: Routledge, 2003.

FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e mudança social. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2008.

FREIRE, Paulo; GUIMARÃES, Sérgio. Educar com a mídia: novos diálogos sobre educação. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FUENZALIDA, Valerio. Educação para a comunicação televisiva. Comunicação & Educação, São Paulo, vol. 17, n. 2, p. 73-84, jul/dez 2012.

IRELAND, Sonnet. Fake news alerts: Teaching news literacy skills in a meme world. The Reference Librarian, Abingdon, v. 59, n. 3, p. 1-7, abr. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1080/02763877.2018.1463890. Acesso em: 21 abr. 2020.

JONAS, Hans. O princípio responsabilidade: ensaio de uma ética para a civilização tecnológica. Rio de Janeiro: Contraponto; Ed. PUC-Rio, 2006.

LA TAILLE, Yves de. Moral e ética: dimensões intelectuais e afetivas. Porto Alegre: Artmed, 2006.

LEÃO, Luiza. Fernanda Gentil se despede da Rádio Globo após demissão: “Admirei a coragem”. Notícias da TV por Daniel Castro (UOL), 31 mai. 2019. Disponível em: https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/celebridades/fernanda-gentil-se-despede-da-radio-globo-apos-demissao-admirei-a-coragem-27160. Acesso em: 21 abr. 2020.

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Heredando el futuro: pensar la educación desde la comunicación. Nómadas, Bogotá, n. 5, p. 10-22, 1996. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=105118998002. Acesso em: 21 abr. 2020.

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2006.

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Desafios culturais: da comunicação à educomunicação. In: CITELLI, Adilson; COSTA, Maria Cristina (orgs.) Educomunicação: construindo uma nova área do conhecimento. São Paulo: Paulinas, 2011, p. 121-134.

MARTÍN-BARBERO, Jesús; REY, Germán. Os exercícios do ver: hegemonia audiovisual e ficção televisiva. São Paulo: Editora Senac, 2001.

MATSUKI, Edgard. Rede Globo demite Maju Coutinho, Otaviano Costa e Fernanda Gentil #boato. Boatos.org, 31 mai. 2019. Disponível em: https://www.boatos.org/entretenimento/rede-globo-demite-maju-otaviano-fernanda-gentil.html. Acesso em 21 abr. 2020.

OROZCO-GÓMEZ, Guilhermo Orozco. Professores e meios de comunicação: desafios, estereótipos. Comunicação & Educação, São Paulo, n. 10, p. 57-68, set./dez. 1997. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/36323. Acesso em: 21 abr. 2020.

OROZCO-GÓMEZ, Guilhermo Orozco. Comunicação, educação e novas tecnologias: tríade do século XXI. In: CITELLI, Adilson; COSTA, Maria Cristina (orgs.) Educomunicação: construindo uma nova área do conhecimento. São Paulo: Paulinas, 2011, p. 159-174.

O’SULLIVAN, Terry. Get MediaSmart®: A Critical Discourse Analysis of Controversy Around Advertising to Children in the UK. Consumption Markets & Culture, vol. 10 n. 3, p. 293–314, ago. 2007. Disponível em: https://doi.org/10.1080/10253860701365397

PAGANOTTI, Ivan. “Notícias falsas”, problemas reais: propostas de intervenção contra noticiários fraudulentos. In: Maria Cristina CastilhoCosta, Patrícia Blanco (orgs.). (Org.). Pós-tudo e crise da democracia. São Paulo: ECA-USP, 2018, p. 96-105. Disponível em: http://www.livrosabertos.sibi.usp.br/portaldelivrosUSP/catalog/view/274/245/1081-1. Acesso em: 21 abr. 2020.

PAGANOTTI, Ivan; MARCHESI, Mariana de Toledo. Selos e apelos: fabricação da imagem de açúcar “verde” e agendamento. Signos do Consumo, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 81-93, jan./jun. 2017. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.1984-5057.v9i1p81-93. Acesso em: 21 abr. 2020.

PAGANOTTI, Ivan; SAKAMOTO, Leonardo; RATIER, Rodrigo. Mais fake e menos news? Resposta educativa às notícias falsas nas eleições de 2018. In: COSTA, Cristina; BLANCO, Patrícia (orgs.). Liberdade de expressão: questões da atualidade. São Paulo: ECA-USP, 2019, p. 52-66. Disponível em: http://www.livrosabertos.sibi.usp.br/portaldelivrosUSP/catalog/book/408. Acesso em: 21 abr. 2020.

RESENDE, Viviane; RAMALHO, Viviane. Análise de discurso crítica. São Paulo: Contexto, 2006.

RIBEIRO, Márcio Moretto; ORTELLADO, Pablo. O que são e como lidar com as notícias falsas. SUR – Revista Internacional de Direitos Humanos, São Paulo, n. 27, jul. 2018. Disponível em: http://sur.conectas.org/o-que-sao-e-como-lidar-com-as-noticias-falsas. Acesso em: 21 abr. 2020.

SANTAELLA, Lúcia. Da cultura das mídias à cibercultura: o advento do pós-humano. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 10, n. 22, p. 23-32, 2003. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3229/2493. Acesso em: 21 abr. 2020.

SANTAELLA, Lúcia. A aprendizagem ubíqua substitui a educação formal? Revista de Computação e Tecnologia, São Paulo, v. 2, n. 1, p. 17-22, 2010. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/ReCET/issue/view/223/showToc. Acesso em: 21 abr. 2020.

SPINELLI, Egle Müller; SANTOS, Jéssica de Almeida. Alfabetização midiática na era da desinformação. ECCOM, Lorena, vol. 11, n. 21, jan./jun. 2020. Disponível em: http://unifatea.com.br/seer3/index.php/ECCOM/article/view/1034. Acesso em: 21 jun. 2020.

SUNSTEIN, Cass. A verdade sobre os boatos: Como se espalham e por que acreditamos neles. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

SOARES, Ismar de Oliveira. Educomunicação: o conceito, o profissional, a aplicação. São Paulo: Paulinas, 2011.

TANDOC JR., Edson C.; LIM, Zheng Wei; LING, Richard. Defining 'Fake News' - A typology of scholarly definitions. Digital Journalism, Abingdon, vol. 6, n. 2, p. 137-153, ago. 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1080/21670811.2017.1360143. Acesso em: 21 abr. 2020.

WANG, Jiayu. Criticising images: critical discourse analysis of visual semiosis in picture news. Critical Arts, vol. 28, n. 2, p. 264–286, maio 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1080/02560046.2014.906344. Acesso em: 21 jun. 2020.

WARDLE, Claire; DERAKHSHAN, Hossein. Information Disorder: Toward an interdisciplinary framework for research and policy making. Council of Europe: Strasbourg, 2017.

WOLF, Mauro. Teorias das comunicações de massa. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

Publicado
10-09-2020
Como Citar
Paganotti, I. (2020). Engano, desconfiança e dramatização: contradições entre recomendações e práticas em campanha contra a desinformação. E-Compós. https://doi.org/10.30962/ec.2174
Seção
Ahead of Print