Quando e como a TV fala de si

  • Elizabeth Bastos Duarte
Palavras-chave: Metadiscursividade, Autoreflexividade, Autopromoção

Resumo

A televisão não se vexa: cada vez mais substitui o mundo exterior real do qual ela deveria dar conta, por aquele constituído no interior do próprio meio, tornando a si própria tema e objeto de seus programas. A tendência não é nova, mas vem-se difundindo de forma vertiginosa sob diferentes modalidades discursivas e com funções estratégicas diversas. O presente trabalho propõe-se a analisar essas formas de autoconvocação – das mais sutis e subterrâneas àquelas que escracham uma auto-referencialidade ostensiva – em suas diferentes modalidades, configurações e funções, tomando como referência uma amostragem de programas, constantes da grade

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Duarte, E. B. (2004). Quando e como a TV fala de si. E-Compós, 1. https://doi.org/10.30962/ec.23
Edição
Seção
Artigos Originais