“Alive online"

A ecologia das lives musicais no YouTube em tempos de pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30962/ec.2335

Palavras-chave:

Música ao vivo, Plataformas online, YouTube, Música ao vivo online

Resumo

O artigo reflete sobre os aspectos que constituem a microambientação das lives musicais no YouTube em tempos de pandemia (com ênfase entre os meses de março a junho de 2020) a partir da análise do ao vivo online em uma ecologia de mídias conectadas. Assim, levando-se em consideração a listagem das lives musicais brasileiras de maiores acessos simultâneos no mundo, observamos o papel da plataforma YouTube em relação ao sucesso das lives brasileiras, bem como a própria reconfiguração da “música ao vivo” a partir da ideia de conectividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victor de Almeida Nobre Pires, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, Alagoas, Brasil

Doutor em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco. Professor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), campus Sertão. Atua como pesquisador na interface entre os campos da Comunicação e Música, com ênfase nos segmentos de música ao vivo, performance e territorialidades sonoras.

Jeder Silveira Janotti Junior, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil

Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos, com estágio de doutoramento na McGill University (Montreal). Professor do Programa de Pós Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco, onde coordena o Laboratório de Análise de Música e Audiovisual (L.A.M.A). Pesquisador do CNPq, nível 1D.

Referências

AIROLDI, M.; BERALDO, D.; GANDINI, A. Follow the Algorithm: An Exploratory Investigation of Music on YouTube. Poetics: Journal of Empirical Research on Culture, the Media and the Arts, v. 57, p. 1-13, ago. 2016.

ALCÂNTARA, I. Confira aqui todas as transmissões de shows de rock e heavy metal do mês de maio. Wikimetal, on-line, 30 abr. 2020. Disponível em: . Acesso em: 1 jun. 2020.

ALPHABET INC. In: WIKIPEDIA: a enciclopédia livre. [San Francisco, CA: Wikimedia Foundation, 20--]. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Alphabet_Inc.>. Acesso em: 21 jul. 2020.

AUSLANDER, P. Liveness: Performance in a Mediatized Culture. London; New York: Routledge, 2008.

BARBOSA, L. Após live, Caetano Veloso alcança recorde de audiência no Spotify. Observatório da Música, on-line, 11 ago. 2020. Disponível em: . Acesso em: 3 set. 2020.

BITTENCOURT, L. Quem sabe faz ao vivo... e online: a transmissão de shows através de plataformas virtuais. In: PIRES, V.; ALMEIDA, L. (Orgs.). Circuitos urbanos e palcos midiáticos: perspectivas culturais da música ao vivo. Maceió: Edufal, 2017. p. 253-277.

BRAGA, C. Por que as lives da Teresa Cristina viraram sensação no Instagram?. Culturadoria, on-line, 15 maio 2020. Disponível em: . Acesso em: 2 ago. 2020.

CAETANO VELOSO COMEMORA 78 anos em live com os filhos nesta sexta. G1, on-line, 7 ago. 2020. Disponível em: . Acesso em: 3 set. 2020.

CANTE #COMIGO. YouTube, on-line, 28 ago. 2020. Disponível em: . Acesso em: 21 jul. 2020.

CASTRO, D. Dupla Anavitória organiza lives e cobra R$ 95 por ingresso; fãs reclamam na web. Notícias da TV, on-line, 23 abr. 2020. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2020.

CAVALCANTI, M. Retrospectiva 2019: relembre as músicas mais ouvidas no Spotify, Deezer e YouTube. JC, on-line, 28 dez. 2019. Disponível em: . Acesso em: 2 ago. 2020.

D’ANDRÉA, C. Pesquisando plataformas online: conceitos e métodos. Salvador: EdUFBA, 2020.

FRITH, S. Performing Rites: On the Value of Popular Music. Cambridge: Harvard University Press, 1996.

GROSSMAN, D. YouTube Live: A Disastrous Spectacle Google Would Like You to Forget. The Verge, on-line, 1 nov. 2013. Disponível em: . Acesso em: 2 set. 2020.

GUTELLE, S. Beyoncé Leads YouTube To Record-Setting 41 Million Viewers On Coachella Streams. TubeFilter, on-line, 18 abr. 2018. Disponível em: . Acesso em: 3 set. 2020.

HONEYCUTT, S. Beyonce’s Coachella Set Is the Most-Viewed Performance on YouTube Live Stream. Billboard, on-line, 17 abr. 2018. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2020.

JANOTTI JUNIOR, J. S. Gêneros musicais em ambientações digitais. 1. ed. v. 1. Belo Horizonte: PPGCOM/UFMG, 2020.

KACHOLIA, P. The Future of Live Streaming For Music Events. DreamCast: Engaging Communication, on-line, 7 out. 2019. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2020.

PAGNO, M. Cantores sertanejos dominam ranking das 10 lives com maior audiência no mundo. GZH Música, on-line, 25 maio 2020. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2020.

PEREIRA DE SÁ, S.; BITTENCOURT, L. Espaços urbanos e plateias virtuais: o YouTube e as transmissões de espetáculos ao vivo. Logos, Rio de Janeiro, v. 1, n. 24, [s.p.], 2014.

PEREIRA DE SÁ, S.; HOLZBACH, A. #u2youtube e a performance mediada por computador. Galáxia, São Paulo, v. 10, p. 146-160, 2010.

PIRES, V. A. N. –Put that shit away–: concertos ao vivo, midiatização e incômodo. Revista Fronteiras, on-line, v. 20, p. 157-167, 2018.

REPERCUSSÃO DA LIVE de Caetano Veloso atingiu 30 milhões de internautas. Terra, on-line, 13 ago. 2020. Disponível em: . Acesso em: 3 set. 2020.

ROBERGE, J.; SEYFERT, R. What are Algorithmic Cultures?. In: SEYFERT, R.; ROBERGE, J. (Orgs.). Algorithmic Cultures: Essays on Meaning, Performance and New Technologies. London; New York: Routledge, 2016. p. 1-26.

SARMENTO, G. Teresa Cristina comemora 1º patrocínio da carreira: “Sou invisível desde 1998”. G1, on-line, 30 maio 2020. Disponível em: . Acesso em: 6 set. 2020.

SKINNER, T. Watch Coldplay’s Chris Martin Perform an At-home Concert on Instagram Live. Time Out Dubai, on-line, 17 mar. 2020. Disponível em: . Acesso em: 28 jul. 2020.

TERESA CRISTINA – RODA de Samba Original. YouTube, on-line, 27 jun. 2020. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2020.

VAN DIJCK, J. The Culture of Connectivity: A Critical History of Social Media. Oxford; New York: Oxford University Press, 2013.

WILLLIAMS, R. Marxism and Literature. Oxford; New York: Oxford University Press, 1977.

YOUTUBE FEZ A sua primeira transmissão ao vivo. Vermelho: a esquerda bem informada, on-line, 23 nov. 2008. Disponível em: . Acesso em: 2 set. 2020.

Downloads

Publicado

10-06-2022

Como Citar

de Almeida Nobre Pires, V., & Silveira Janotti Junior, J. (2022). “Alive online&quot;: A ecologia das lives musicais no YouTube em tempos de pandemia. E-Compós, 25. https://doi.org/10.30962/ec.2335

Edição

Seção

Artigos Originais