O hiper-realismo sensorial de 300

  • Bruno Costa
Palavras-chave: Representação, imagens digitais, hiper-realismo

Resumo

Este artigo tenta determinar as qualidades e especificidades de um tipo específico de representação cinematográfica que faz uso extensivo de imagens geradas em computador. Considera-se que o uso de tal tipo de imagem técnica já é um bom indicador de um novo estágio do sistema representativo, no qual as imagens ocupam novo e privilegiado espaço. Ainda nessa direção, coadunando-se com esse novo status das imagens, surgem novas especificidades no processo de construção da realidade que problematizam a questão do realismo. A partir dessas novas construções de realidade e do novo status da imagem, propõe-se um esboço da definição de um novo estilo de representação denominado hiper-realismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
30-06-2010
Como Citar
Costa, B. (2010). O hiper-realismo sensorial de 300. E-Compós, 13(1). https://doi.org/10.30962/ec.425
Seção
Artigos Originais