O controle remoto e a interatividade na televisão

  • Eduardo Natário
  • Solange Wajnman
Palavras-chave: Controle Remoto, Televisão, Interatividade

Resumo

Esse trabalho realiza uma reflexão sobre a interface do Controle Remoto da televisão e a interação a partir da evolução das características tecnológicas desse meio. Procurando não nos fixar em uma abordagem hermenêutica, identificamos o Controle Remoto como uma variável importante para a composição da imagem da televisão. Ele contribui para tornar a programação da TV mais fragmentada, interativa e a imagem menos figurativa e mais gráfica. Percebendo o Controle Remoto de uma forma mais ampla, como algo extensor dos nossos sentidos, destacamos as interfaces que compõem a interatividade nas diferentes fases da TV, desde a primeira televisão eletrônica de 1927 até as evoluções tecnológicas do início desse século. Abordando o Controle Remoto tanto do ponto de vista conceitual quanto em relação à sua materialidade, ressaltamos o contexto da digitalização, da interatividade, do hibridismo tecnológico e da convergência das mídias.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Natário, E., & Wajnman, S. (2006). O controle remoto e a interatividade na televisão. E-Compós, 5. https://doi.org/10.30962/ec.60
Edição
Seção
Dossiê Temático