Jornalismo e Democracia: o papel do mediador

  • Francilaine Munhoz Moraes
  • Zélia Adghirni
Palavras-chave: Jornalismo. Mediação. Democracia. Internet

Resumo

Pensar a mediação jornalística e o universo dos sujeitos no processo democrático brasileiro a partir das tecnologias digitais é a proposta deste artigo. Partimos do princípio de que a rede mundial de computadores alterou o modo de fazer jornalístico, incorporando o cidadão como produtor e consumidor de informação. A cobertura do episódio Ficha Limpa pelo site Congresso em Foco, produzido em Brasília, foi o cenário do estudo de caso. Com base no campo metodológico da Hermenêutica de Profundidade, a pesquisa revelou que as possibilidades de interação entre sujeitos criam novos contornos à posição histórica do jornalista como mediador do debate público. O estudo percebeu uma comunicação baseada na intersubjetividade, em que uma situação comum e coletiva pode conectar cidadãos e jornalistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
30-01-2012
Como Citar
Moraes, F. M., & Adghirni, Z. (2012). Jornalismo e Democracia: o papel do mediador. E-Compós, 14(2). https://doi.org/10.30962/ec.642
Seção
Dossiê Temático