Telégrafo, Televisão e Twitter: da alteração de percepção em McLuhan ao processo de midiatização

  • Caroline Casali
  • Marco Bonito
Palavras-chave: Processos midiáticos. Percepção. Cognição. Midiatização.

Resumo

Este artigo examina como Marshall McLuhan, ainda na década de 1960, não se restringe à estrutura midiática, mas aborda os meios de comunicação em relação à sociedade em que se inscrevem – indiciando a existência de processos midiáticos –, e aponta a massagem exercida por estes meios como responsável pela alteração nos processos de percepção e cognição – antecipando o que hoje entendemos por sociedade em vias de midiatização. Para tanto, revisitamos três momentos da comunicação: 1. A invenção do telégrafo e sua relação com a imprensa já estabelecida; 2. A televisão e a mudança de percepção nos telespectadores; e 3. O Twitter em suas ferramentas como complexificação da massagem. Revisitamos os dois primeiros momentos, que são largamente refletidos pelo próprio McLuhan, em e, por fim, trabalhamos o Twitter relacionando apontamentos de McLuhan a conceitos contemporâneos que envolvem a midiatização. Palavras-Chave Processos midiáticos. Percepção. Cognição. Midiatização.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
21-03-2012
Como Citar
Casali, C., & Bonito, M. (2012). Telégrafo, Televisão e Twitter: da alteração de percepção em McLuhan ao processo de midiatização. E-Compós, 14(3). https://doi.org/10.30962/ec.697
Seção
Dossiê Temático