Gênero televisivo como mediação: possibilidades metodológicas para análise cultural da televisão

  • Simone Maria Rocha
  • Letícia Lopes da Silveira
Palavras-chave: Análise cultural, gênero televisivo, mediação, minissérie

Resumo

Através de um breve resgate teórico do conceito de mediação segundo vertente latino-americana dos Estudos Culturais, sobretudo nas proposições de Jesús Martín-Barbero, este artigo pretende demonstrar sua importância teórico-metodológica em estudos de televisão. Ao entendermos gênero televisivo como uma mediação entre as práticas da produção, da crítica e da audiência, adotaremos os princípios da análise cultural de gênero televisivo como proposto por Jason Mittell. Nosso estudo alinha-se à perspectiva de Mittell, segundo a qual práticas culturais são constitutivas das práticas midiáticas e gênero é visto como uma importante chave de leitura quando se trata de captar os sentidos construídos e configurados pelos media. De modo a evidenciar empiricamente nossos propósitos de análise, investiremos na construção cultural do gênero televisivo minissérie. Palavras-clave Análise cultural. Gênero televisivo. Mediação. Minissérie.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
27-06-2012
Como Citar
Rocha, S. M., & Silveira, L. L. da. (2012). Gênero televisivo como mediação: possibilidades metodológicas para análise cultural da televisão. E-Compós, 15(1). https://doi.org/10.30962/ec.745
Seção
Artigos Originais