O perspectivismo como fundamento para metodologias de análise das redes sociais: alguns resultados com o Twitter

  • Rodrigo Travitzki
  • Marco Toledo Bastos
  • Rafael Luís Galdini Raimundo
Palavras-chave: social network, Twitter, Perspectivism, opinion leader, software

Resumo

Neste artigo, apresentamos uma metodologia de análise das variáveis que influenciam a disseminação da informação na rede social Twitter. Analisamos dados de 595.240 mensagens produzidas por 261.757 usuários e encontramos três variáveis locais relacionadas ao grau de replicação das mensagens (retuíte): 1) o número de respostas recebidas (explicou em média 21% dos retuítes); 2) número de seguidores na sub-rede (17%) e 3) o número de tuítes com a hashtag (7%). Comparando variáveis a priori (globais) e a posteriori (locais), houve diferença significativa no número de seguidores, de mensagens e também no número de amigos. O maior poder explicativo das variáveis locais sugere um caráter auto-organizado dos Trending Topics, apontando caminhos para pesquisas futuras com base na epistemologia perspectivista. Tais resultados também podem ajudar a delinear métodos de ranqueamento e segmentação de usuários. Palavras-chave Rede social. Twitter. Perspectivismo. Formador de opinião. Software.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
10-01-2013
Como Citar
Travitzki, R., Bastos, M. T., & Raimundo, R. L. G. (2013). O perspectivismo como fundamento para metodologias de análise das redes sociais: alguns resultados com o Twitter. E-Compós, 15(3). https://doi.org/10.30962/ec.809
Seção
Dossiê Temático